Quando Digo que Morei no Paraguay:

Paraguay esta muito além das compras de eletrônicos e artigos para o lar.

 

Direitos Autorais: Andrei Wojtowicz

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Visita Técnica à Itaipu Binacional.

No dia 21 de março realizei a Tão esperada visita-Técnica na maior produtora de energia do mundo, Itaipú Binacional localizado na margem direito do rio Paraná -Paraguay.

A visita e um pouco diferente das demais oferecidas para os Turistas, necessitando de agendamento e autorizações de Itaipú, por ser uma visita dentro das dependências da usina.

     

Funcionamento de um das Turbinas: 

A usina depende totalmente do Rio Paraná para produzir energia elétrica, que através de 20 turbinas gera energia para Brasil e Paraguay, sendo 10 turbinas para cada País,em 2011 a usina de Itaipú obteve uma produção de 92.245.539 (Mwh) ao longo de todo ano.

Depois desfrutamos de uma excelente vista a Represa Artificial de Itaipu com um lindo por do Sol.

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Intercâmbistas do Semestre 2012/1 UNE- Paraguay.

Intercâmbistas do primeiro semestre de 2012 na UNE ( Universidad Nacional del Este), Paraguay.Curso de Casteliano Prof. Dulce.

Imagem

Wesley Brito UFSC( Florianopolis-SC),Gabriela Lima UFscar (Sorocaba-SP),Andrei Wojtowicz UFSM (Santa Maria-RS),Jan-Matthijs Lantmeeters Rotary (Belgica).

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Entrevista para o Programa de Televisão TV-UNE.

Entrevista para o Programa de Televisão TV-UNE, organizada pela Facultad Nacional Del Este, ciudad Del Este-PY.

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Participação no Programa “Causa Joven” na Rádio El Verbo.

           Convidados para o Programa Causa Joven.

                  No dia 5 de maio eu , Juan Francisco aluno de Direito,Rocio de la Selva administradora de empresas participamos na Radio El Verbo do Programa “Causa Joven” apresentado por Manuel Vera.O programa teve como tema, o projeto que  estamos desenvolvendo na Universidade  UNE (Universidad Nacional Del Este) de Extensão Universitária , Empresa Junior.

      

No primeiro momento fiquei nervoso, mas o programa e muito bem coordenado e dirigido que no final me senti como estivesse conversando em uma roda de amigos.

Participação em um outro momento na Radio El Verbo, junto com os estudantes de Direito-UNE convidado por Cinthia Pica.

O programa  “Causa Joven” acontece  todos  Sábados  das 19h às 20h30 na Rádio El Verbo (101.3FM).

Direção:http://www.elverbo.com.py/

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

O deserto que está Virando Água: Chaco Paraguayo.

       “O Chaco (do quéchua, chaku: território de caça) é uma região de aproximadamente 1.280.000 km² e compreende partes dos territórios paraguaio, boliviano, argentino e brasileiro (ao sul do Pantanal).” Fonte: http://pt.wikipedia.org

Do último dia nove até 11 de Abril, 40 estudantes do segundo ano de Agronomia, da faculdade UNE- Paraguay, partiram sentindo a uma das regiões mais secas do país, chamada Chaco Paraguayo, para uma aventura de mais de 900 km, da Ciudad Del Este sentido ao Norte do País.

A região do Chaco é caracterizada por pouco ecossistema e clima distintos que variam do semi-árido, ao norte próximo à fonteira com a Bolívia, ao úmido – no sul próximo ao Brasil. Um ecossistema tipo de região desértica, possui palmares que combinam com capinzais e bosques baixos secos, cheios de cactos, caraguatá e outras plantas espinhosas, que vão dominando a paisagem, além da fauna possuir a presença de muitos animais silvestres.

Ao atravessar a Ponte Remando, em sentido a Rodovia Transchaco, começamos a notar a presença de uma paisagem distinta e exclusiva do restante do País. Essa região foi um dos lugares onde aconteceu a Guerra do Chaco (1932-1935), que a marcaria por toda a historia. Não podemos esquecer que o grande desenvolvimento dessa região se deu pela presença de progressistas colônias mennonitas (desde 1927).
     

Nossa viagem a Chaco também foi marcada por um acontecimento histórico e muito triste: há mais de 20 anos essa região não recebia uma quantidade de chuva como nestes últimos dias,com números altíssimos de precipitação.Hoje, em Cacho, o cenário é de muito sofrimento e tragédia: as chuvas ainda estão são muito severas, não dando a possibilidade de escoamento da água.

  

“A população, pequena, em Chaco, está em estado de alerta, correndo sérios riscos de vida.”

 

Por conta desse acontecimento, nossa viagem foi limitada por dificuldades de acesso aos lugares turísticos, pois a maioria das ruas se encontravam alagados. Partimos para outros destinos, como a cidade de Filadélfia, localizada no Chaco Central, região exclusivamente com cultura sob a influência das comunidades mennonitas, onde visitamos o museu que conta a história dessa comunidade, em seguida partimos para a Ciudad de Concpção-Paraguay, onde conhecemos o PARQUE HISTÓRICO DE CERRO CORÁ.

 

Ocorreu tudo muito bem na viagem ,foi uma grande experiência ter conhecido o tão famoso Chaco. Gostaria de reserva as últimas palavras para parabenizar aos alunos da faculdade de Direito e Filosofia da UNE, que se engajaram em uma Campanha chamado “ EL Chaco nos une”, arrecadando mantimentos e donativos para ajudarem as pessoas necessitadas em Chaco, mais uma vez um lindo trabalho, com iniciativa de todos os Alunos, Parabéns!!!

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Cataratas do Iguaçu uma das 7 Maravilhas da Natureza.


“A palavra Iguaçu significa “água grande”, na etimologia tupi-guarani. As Cataratas são formadas pelas quedas do rio Iguaçu. Dezoito quilômetros antes de juntar-se ao rio Paraná, o Iguaçu vence um desnível do terreno e se precipita em quedas de até 80 metros de altura, alcançando uma largura de 2780 metros. Sua formação geológica data de aproximadamente 150 milhões de anos, porém a formação do acidente geográfico das cataratas se iniciou a aproximadamente 200 mil anos.”

  

A minha ida as Cataratas de Foz do Iguaçu-PR, ocorreu no dia 06/04 acompanhado por uma amiga e guia Turístico Romyna Castro cuja formação e Turismologa pela UNE-Paraguay onde meu passei ficou muito mais rico de informações.
Esse foi um dos passeis, que considera que não teve um custo alto, e recomendo a todos pela grande experiência e riqueza que iram encontrar no Parque Nacional do Iguaçu.

 

A ida até o Parque pode ser feita através de coletivo urbano, saindo do terminal de Ônibus de foz com o custo de menos de R$ 3 reais. Na chegada ao parque a vários preços para o ingresso ao Parque Nacional de Iguaçu, Brasileiros pagam mais barato, porém estudantes não tem desconto que em minha opinião e errado, deveríamos ter desconto na entrada do parque. Os valores variam de acordo com a idade os adultos pagam R$ 24.60 porém recomendo aqueles que tenham conta no banco Itaú a pagarem com seus cartões pois sua entrara sairá por volta de R$ 12 reais.

  

As Cataratas do Iguaçu são divididas em dois lados o lado Brasileiro e Argentino ambos os Parques possuem distintos atrativos turísticos e recomendável tempo para fazer todos,não há como ir aos dois lados no mesmo dia, pois não possui fácil acesso os lados são “divididos” e não há como deixar de conhecer todos os atrativos do Parque Nacional do Iguaçu lado Brasileiro.
No percurso para as cachoeiras são percorridos um pouco mais de 1 Km caminhando desfrutando da linda natureza com uma fauna e flora rica e bem conservada e as varias cachoeiras ao som do cair das águas.

                                                                        

“O rio Iguaçu mede 1200 metros de largura acima das cataratas. Abaixo, estreita-se num canal de até 65m. A largura total das Cataratas no território brasileiro é de aproximadamente 800m e no lado argentino de 1900m. A altura das quedas varia de 40 a 80 metros.Dependendo da vazão do rio, o número de saltos varia, atingindo um numero superior a 100 nos períodos de média vasão”

Ao final desfrutamos de um banho com a brisa das cachoeiras proporcionado pela grande velocidade em que ela se choca com seu afluente. Espero poder voltar para aproveitar mais o lugar e também desejo conhecer o lado Argentino.

 

 

 

Mais informações http://www.cataratasdoiguacu.com.br/portal/paginas/37-cataratas-do-iguacu.aspx

Hasta luego.

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Recepção aos novos calouros (El Bautismo).

O Ingresso na Universidade Nacional Del Este- Paraguay não e muito destino do Brasil.O aluno interessado a ingressar na carreia de Ingeniaría Agronómica, participa de um cursinho preparatório oferecido pela faculdade de aproximadamente 3 meses,para  assim participar dos exames finais onde ocorre a seleção.Todos os anos são oferecidas 40 novas vagas no curso de Agronomia.

A semana de recepção aos calouros na UNE- Paraguay começou dia 05/03 com o inicio do calendário acadêmico. Ao longo da semana os novos universitário foram apresentados a comunidade acadêmica, onde ocorreram atividades de socialização e entretenimento entre os alunos.

O trote e uma pratica comum em todas as Universidades do mundo.Uma das maneiras de comemorar a grande conquista de ingressar e uma universidade.

Na UNE-Paraguay a anos ocorre uma recepção aos calouros chamada de “El Bautismo”, organizada pelos aluno Veteranos. Uma brincadeira com o conscientemente de todos os alunos e dirigentes da própria faculdade, que compreende essa atividade como algo para socialização e comemoração aos novos calouros.

A grande comemoração do Bautismo ocorreu no dia 16/03, onde os calouros foram levados de caminhão a um sitio de um dos estudantes, no caminho a animação e a festa era muito grande, com cânticos e hinos a passeata seguia até o local destinado.

                “Desde chico yo quise ser alumno de Agronomia ! Desde chico yo quise ser alumno de Agronomia ! Ahora que estoy adentro no me arrepiento de ser ka’u , ka’u !”

       

Entre as diversas atividades típicas em todos os Trotes, os  alunos que autorizavam era cortado seus cabelos e algumas vestimentas. O Grande Batismos era uma piscina artificial com muitas coisas dentro, onde os calouros eram batizados.

  

  

Ao final da brincadeira  tudo ocorreu muito bem, parabenizo a organização e a preocupação com a integridade aos alunos oferecida pelos organizadores.

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Visita a Reserva del Ñacunday.

Depois de algum tempo sem publicar, estou retomando os trabalhos..

Hoje faze mais de duas semanas que estou no Paraguay, muito feliz por todas as experiências vividas até o exato momento.

Uma experiência muito enriquecedora foi a ida a Reserva Ecológica em Ñacunday no dia 03/03, a convite do MIRE(Movimiento Integracionista Renovador Estudantil) Facultad de Derecho y Ciências Sociales-UNE.

A Região de Ñacunday nos últimos dias esta sem alvo de notícias com repercussão internacional, segundo a imprensa. A região pertence a um grupo brasileiro, conhecido como grupo Favero um dos maiores produtores no Paraguay e suas terras foram ocupadas por centenas de CARPEIROS(Sem-Terras).

Segundo Victoriano Lopes, as terras dos “Brasiguaios” fazem parte de uma reserva ecológica , que por sua vez esta sendo destruída pelas grandes plantações que ali se encontram.

Mas de 30 estudantes partiram em caravana para a resevar de Ñacunday, com o objetivo de ter conhecimento da real situação e mostrar indignação sobre a solução adotada pelo governo e defender a Reserva.

A caminho de Ñacunday, era grande o numero de plantações nas fazendas do grupo Favero. Na chegada fomos recebidos pelo Líder Victoriano Lopes, onde nós estudantes mostramos nosso objetivo a ida a reserva,que era lutar pelo meio ambiente e preservação da reserva, alguns estudantes fizeram cartazes com frases de preservação.

     

No decorrer do dia, conhecemos a beleza da reserva e suas enormes riquezas com conjuntos de quedas d’água maravilhosos, onde desfrutamos de um banho em uma das mais lindas cachoeiras já vista por mim.

Os Saltos do Ñacunday, localizados no município de mesmo nome, 75 quilômetros ao sul de Ciudad del Este, escondem-se em uma área de mata nativa de dois mil hectares, no denominado Parque Nacional Ñacunday, reserva de vegetação tão bem preservada que poucos raios de sol conseguem passar pela densa camada de vegetação e atingir o solo.(R.V Fernande).

A reseva e pouco aproveitada para a atividade turística pela grande dificuldade de acesso, infelizmente em alguns pontos já se nota o extrativismo de madeira.

Espero que a situação que ocorre em Ñacunday, possa ser resolvida e que a Natureza e a reserva seja preservada e não explorada. E que a reforma Agrária, possa ser responsável pelo direito do povo em ter sua terra para produzir para seu sustento, não ser alvo de interesses próprios.

Vou ficando por aqui na lembrança de momentos agradáveis em Ñacunday. Aos amigos que fiz do MIRE desejo força e coragem, parabéns pelo bonito trabalho.

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Chegada ao Paraguay.

Minha Jornada Estudantil começou no dia 27/02, com minha chegada ao Paraguay, por volta das 16:00 da tarde. Confesso que em um primeiro momento, achei bem diferente do que havia imaginado.

Apesar da proximidade com o Brasil há um choque cultural bem grande, passando a ponte da amizade pude sentir a diferença de se estar em um outro país. No Paraguay existem duas línguas oficias sendo estas o Guaraní e o Castelliano, porém a maioria das pessoas falam também o português, pelo menos em ciudad Del Este por se localizar na tríplice Fronteira.

A caminho da residência estudantil onde ficarei, notei a grande quantia de pessoas que circulava no centro da cidade, destacando nestas pessoas traços remetentes a origem dos Paraguaios, os turista apareciam contrastando a multidão que se faz no terceiro centro comercial do mundo.

Estou morando em uma residência onde estão alojados 15 estudantes dentre eles seremos em 4 intercâmbistas. Por enquanto só conheço uma intercâmbista, brasileira estudante da faculdade UFSCar que irá cursar um semestre de Turismo na UNE. Falando um pouco mais da UNE ela já existe a 17 anos, possuindo varias faculdades. Aqui existe carreiras agregadas em uma mesma faculdade de ensino. No entanto mesmo sendo diferentes faculdades, todas pertencem a (UNE). A minha residência fica enfrente ao reitoria da universidade. Eu vou estudar na faculdade de Agronomia e Engenharia Ambiental que se localiza distante da onde vou viver, mais isso não será um problema, nada que dois ônibus não resolva.

Hasta Luego.

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com. O tema Adventure Journal.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.